Setor 2

Postado dia 15/03/2016 às 13:51:19

Paróquia Santo Antônio – Sertaneja – PR

As terras que deram origem ao município de Sertaneja pertenciam ao Município de Cornélio Procópio e foram terras adquiridas e loteadas pela CIA Agrícola Barbosa entre os anos de 1940 a 1945.

     A boa qualidade das terras atraiu para a região conhecida como “Sertão do Paranapanema” grande número de desbravadores e colonizadores, onde abrindo caminho em meio às matas teve início a Fazenda Santo Antonio, do Sr. Wanderley Charlach, que instalou a primeira serraria, dando início às primeiras construções em madeira, originando em 1943, ao redor de alguns estabelecimentos comerciais, o “Povoado de Sertaneja”. Neste tempo, o Pe. Vicente Henning, do Apostolado dos Padres Pallottinos de Cornélio Procópio, passou a visitar a região, celebrando missas e  administrando os demais sacramentos à população do crescente povoado.

     Em 1944, foi construída a primeira Igreja, feita de madeira, no lugar onde atualmente fica a Praça Central da cidade, pelo Sr. Otávio Charlach e colaboração das famílias do Povoado, escolhendo-se como Padroeiro Santo Antonio, que era o nome da fazenda da família Charlach, Santo ao qual eram muito devotos. A imagem do Santo Padroeiro foi doada pela Sra. D. Laura Charlach. Foi o Pe. Vicente quem inaugurou a capela, que foi um marco muito significativo na vida espiritual da comunidade, que até então pertencia à paróquia Cristo Rei, de Cornélio Procópio.

     No dia 05 de outubro de 1950, D. Geraldo de Proença Sigaud, Bispo de Jacarezinho, assinou o decreto, elevando a capela à dignidade de Paróquia, sendo desmembrada da Paróquia Cristo Rei, de Cornélio Procópio. Os cuidados pastorais da recém criada paróquia foram confiados ao PIME (Pontifício Instituto das Missões Estrangeiras), tendo como primeiro pároco Pe. Pedro Piazzol, que deu início à construção da Casa paroquial e da Igreja matriz.

     No dia 14 de dezembro de 1950, através da Lei Estadual ¹ 690, Sertaneja foi elevada à dignidade de Distrito Administrativo de Cornélio Procópio e no dia 14 de novembro de 1951, através da Lei Estadual ¹ 790, passou à categoria de Município.

     Em 1954, com o Pe. Jeremias Arósio, a comunidade conseguiu concluir as obras de edificação da Casa Paroquial e da Igreja Matriz Santo Antonio. A passagem do PIME por Sertaneja deixou impressa na história da sua evangelização a marca incansável de 10 Párocos e outros tantos padres colaboradores, tributo incomensurável que somente em Deus podemos expressar tamanha gratidão.

     Aos 13 de março de 1983 a paróquia  passou aos cuidados dos Padres Diocesanos, com a posse do Pe. Antenor Pedro Lançoni. De 1987 a 1990 a Paróquia contou com o Pe. Oswaldo Bachega como Pároco, que após sua saída, teve o Pe. Geraldo Rodrigues Baía como Administrador Paroquial.

     O atual Pároco, Pe. Aparecido dos Santos Francelino, foi empossado por D. Getúlio Teixeira Guimarães, Bispo Diocesano, no dia 27 de janeiro de 1991.

     A Paróquia Santo Antonio de Sertaneja, no passado contou com várias Capelas e Comunidades Rurais. Atualmente, haja vista que houve um grande reflexo do êxodo rural e também da migração para outros municípios e Estados, concentrando a população na zona urbana, conta hoje  apenas com a Igreja São Benedito, no Distrito de Paranagi e com a Igreja Nossa Senhora das Graças, no Conjunto Nova Aurora.

     A Comunidade faz uma visão retrospectiva de sua história e agradece ao Senhor, que lançou as sementes da sua Palavra nos corações do povo desta terra. Os frutos despontam, mas há muito por fazer. Por isso chama novos operários para o trabalho do Reino: “A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos! Por isso peçam ao dono da colheita que mande trabalhadores para a colheita”(Mt 9, 37).

 

Paróquia Santo Antônio – Sertaneja

Rua Monsenhor Celso, 551 – Centro

Caixa Postal: 87

Fone / Fax: (43) 3562-1225

Cep: 86340-000 – Sertaneja – PR

E-mail: pefrancelino@brturbo.com.br


envie seu comentário »

Veja Também

Veja + Setor 2